Dinamarca gerou 140% de eletricidade vinda da energia eólica

Um país moderno, autossuficiente, um país onde os níveis de confiança estão suportados pelos investimentos no futuro, permitem ter recursos que dão orgulho aos seus cidadãos. Um caso que é um exemplo de excelência no que toca a energias renováveis é a Dinamarca.



Os últimos dias ventosos agitam os geradores eólicos da Dinamarca que permitem ao país não só gerar a eletricidade que necessita assim como também exportar o excedente para países vizinhos como a Alemanha, Noruega e Suécia.

Segundo o The Guardian, as eólicas dinamarquesas no dia 9 de julho produziram 116% das necessidades da Dinamarca para esse dia e que no dia seguinte, dia 10 de julho, pelas 3 da manhã, onde o consumo de energia foi menor, a produção chegou mesmo a atingir os 140% das necessidades do país para esse dia.

A Dinamarca tem investido fortemente na energia eólica marítima. Desde 2014, as suas turbinas produziram 39,1% da procura de eletricidade e os novos projetos que já estão no horizonte, permitem à Dinamarca pensar em atingir o objetivo de produzir 50% da energia a partir de fontes renováveis ​​e abaixo da sua meta de 2020. Na verdade, mais de 1,5 GW em parques eólicos marítimos serão adicionado até final da década. O segredo é que eles querem depender 100% das energias renováveis.

Os números surgiram no site do operador dinamarquês de sistemas de transmissão, energinet.dk, que fornece informação em tempo real, de minuto a minuto o que é gerado na rede nacional do país. O site mostrou que os parques eólicos da Dinamarca nem sequer estavam a ser utilizados na máxima performance das suas capacidades, nos 4.8GW, quando foi atingido o pico dos 140% de energia gerada.

O excedente de energia gerada durante o pico, 80% foi enviado para a Alemanha e para a Noruega para serem armazenados em sistemas hidroelétricos, enquanto os restantes 20% foram para a Suécia. Os responsáveis por este projeto disseram que as energias renováveis podem fornecer a eletricidade que o mundo necessita, principalmente a energia eólica. Contudo, todas, no seu conjunto, serão a solução para a "descarbonização" do planeta.

O futuro trará o desafio de armazenar o excedente produzido para consumo quando a procura for maior.

Ver notícia original: http://kids.pplware.sapo.pt/curiosidades/dinamarca-gerou-140-de-electricidade-vinda-da-energia-eolica/